sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Nova obra-prima de @dinovalls. Luctus, óleo sobre madeira, 45 x 35 cm. 

A vida rasgou os véus da sofreguidão de viver...
Num acidente inexplicável revelou sua verdadeira face sem cuidados maiores, esgarniçando suas vísceras. 
Nada me sacia, quer o que haja feito quer não. Sou uma reta de pontos errôneos entre o não possuo e o que não desejo.
Jamais tive paciência com o amor. Algumas vezes transformei-o em afeto e isso bastou
Até o momento em que, ao passear pelas ruas observando suas velhas janelas  e plantas mortas
Percebi a inutilidade dessa arquitetura.
Agora com mãos dormentes, não há como voltar e refazer as estruturas
As unhas quebram-se ao contato com a menor das pedras, e o tédio impede qualquer movimento.
Se me desminto a cada manhã ao levantar e coar o café, admito
Que ante tanto sobrevive um porém.

http://tereoliva.blogspot.com.br