terça-feira, 13 de março de 2012

PULSEIRAS COLORIDAS.

As meninas seguem lindas a caminho da escola. 
Braços cheios de pulseirinhas coloridas para trocar com as amigas.
A ideia, não se sabe de quem, esquentou devagar até se tornar febre. 
Os camelôs, aproveitaram a deixa e logo criaram alternativas para mais vender. Agora, além das coloridas, existem as bi-colores, as cintilantes, as que brilham no escuro, as perfumadas e sabe-se lá mais o quê.
As mães, até as mais pobrezinhas, compram sorridentes ao descobrir o preço irrisório. "Mãe, quero dois saquinhos." - "Não, um só tá bom. Vai trocando com as colegas."
Outras, desfilam muitos saquinhos nos braços coloridos do punho ao cotovelo, espalhando bons augúrios para quem quiser trocar, ou for merecedor de ganhar: sorte, amizade, sucesso, saúde, felicidade, paz... Tem até pulseirinha poliglota que declara 'I love you.'
Lindas meninas a caminho da escola...
Espalhando alegria por onde quer que passem.


Tela de Albert Samuel Anker - (1831/1910)
Pintor Suíço.

Teresinha Oliveira.
  

Um comentário:

Ana Cecília disse...

Ly as ostenta com orgulho - as "cento e uma" pulseiras, presentes da avó tão criança quanto ela. =)