terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

CAMARÃO FRITO.

Há meses, quase ano
Aguardo com a boca transbordando 
O convite que a mim não chega.

Os graúdos camarões com alho picadinho
Fritos em azeite estrangeiro
Foram extintos da cozinha de Dona Beth Elizabeth.

Os quilos, prometidos mas não servidos
Mexem as perninhas lá no fundo do mar azul
Fugindo para longe da frigideira que, em pé, cansou.

Os barcos dos pescadores à beira d'água 
Abarrotados com tantos cheiros e sabores seduzem
À glutona que com estômago vazio, ainda espera.

Tela de Emmanuel Hector Zamor - (1840/1919)
Pintor Brasileiro - Bahia

Teresinha Oliveira.

Nenhum comentário: