domingo, 15 de abril de 2012

INDECIFRÁVEL ENIGMA.


Se um sábio, do tecido do amor
Um fiapo desfiou e entendeu
Dele não soube contar
Nem em versos
ou
Complexa filosofia.

Tela de Georgy Kurasov - (1958)
Pintor Russo Contemporâneo.

Teresinha Oliveira.

Um comentário:

Maria disse...

O amor por vezes é realmente um enigma.
Bom domingo e uma semana maravilhosa.
Beijinhos
Maria