quarta-feira, 18 de abril de 2012

MISTÉRIOS DA BIBLIOTECA.

Os mistérios velados das bibliotecas
Vagam frente a olhos de muitas vigílias.

Olhos que gastam graus e buscam no silêncio rígido
Só interrompido pelo rascante som de uma página virada
Cochichos e tosses envergonhadas
As almas dos que ali vivem.
Escritores e personagens, encerrados através dos séculos no papel.

Deles sugar, inseto sem ossos
O arcabouço da sabedoria.
..............................

Tela de Carl Spitzweg - (1808/1885)
Pintor e Poeta Alemão.

Teresinha Oliveira.

Nenhum comentário: