terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

MINHA LINDA.


Ah! Minha linda.
Quanto te amo
E quanto me orgulha
Te saber assim...
Tão além e eu um pouco dentro.
Cada vez menos dentro
Tu mais além.
Me amo no mesmo quanto
Te libertas de mim
E segues além.
............................................
Teresinha Oliveira.

Um comentário:

Ana Cecília disse...

Oooohhhhnnnn...
Tomara q seja eu! rs

Não há liberdade plena entre mães e filhas. A substância vai além ou aquém, acompanhando meus passos.

Amor,

Ci