sábado, 19 de março de 2011

AO LÉU.


Se alguém lesse tudo
Tudo que escrevo por aí
Espalhado em papéis diversos
Guardanapos
Livros antigos e novos.

Se alguém me lesse nua
Como ouso
Ao me saber  jogar fora
Talvez conhecesse
Um pouco de mim.

Tela de Theodore Robinson - (1852/1896)

Teresinha Oliveira
.....

2 comentários:

Ana SS disse...

Ousaria?

Jorge Sader Filho disse...

"Ao léu" está é muito consistente, isto sim!
Papéis de todas as formas. Dentro de livros, guardanapos, como de costume.
Jogar fora? Nem pensar... Tem qualidade!

Beijos,
Jorge