quinta-feira, 28 de abril de 2011

ANALGÉSICO.


Quando a dor é grande 
Não dor de amor, essa hoje sei que é fácil de suportar 
Basta o tempo e outras calças bem vincadas...
Falo da dor de verdade
Que eletrifica a carne e gera pânico
Há que se enganá-la com uma boa gargalhada.
Se assim não for, é melhor pedir rendição.

" Não há amor que resista quando um homem toma champanhe no sapato de uma mulher e se engasga
com uma palmilha do Dr.Scholl."

Phyllis Diller - Atriz Americana.
Taça → Nautilus-Shell Cup - Alemanha - Século XVII

5 comentários:

Andressa disse...

http://www.youtube.com/watch?v=qR-SlkUgCRg&feature=player_embedded :)

Andressa disse...

http://migre.me/4nvGE dica.

Cynthia disse...

A gargalhada é um disfarce.
Bjs Cynthia

Malu disse...

Muito belas frases... Uma profunda e a outra divertida...
Eis aí o EQUILÍBRIO!!!
Um bom dia e um grande abraço

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

dor e amor, quantas poesias disso nos dizem e quantos amores ainda vão causar dor