sexta-feira, 1 de abril de 2011

POESIA DE ALÉM MAR.

"Pensas-me ilha e me sitias
de violinos por todos os lados
e em tua pele o que eu respiro
é um ar de frutos sossegados."
Natália Correia - Escritora Portuguesa - (1923/1993)
'O Vinho e a Lira'
Tela de Severin Roesen.

3 comentários:

Ana SS disse...

Faltou-me o ar, por um instante.

Andressa disse...

é um ar de frutos sossegados.

uau!

Carina B. disse...

Lindíssimo!