domingo, 17 de abril de 2011

PAIXÃO POR UM TRIZ.

Meu pobre amor de triz
Quão tolo te mostras
Nos atos que te articulam.

A caneta não retém a melancolia
Que sinto ao desmontar-te.

Eras só isto?
Pensei-te tanto mais...

Obra de Michael Triegel - Artista Alemão.
Teresinha de Oliveira.

2 comentários:

Andressa disse...

A imaginação sempre vai além da linha da/na horizontal.

Alicia disse...

Amar é por um triz.
Oh, como escapa!