sexta-feira, 8 de abril de 2011

SÃO JORGE GUERREIRO

   
Oh, meu São Jorge querido
Meu amado e santo guerreiro
Que ninguém sabe nem mesmo se um dia existiu 
Mas que bem longe, nas terras e luas do Senhor vive.
Enfrenta os dragões que meus caminhos cercam
Derrota sem piedade os mais ferozes 
Esses que dentro de mim habitam
A corromper minhas fibras.

          Tela de Pedro Paulo Rubens - (1577/1640)
                    Pintor Flamenco.

                Terê Oliva

Nenhum comentário: