sexta-feira, 1 de abril de 2011

DESEJOS.

 "O método estóico de enfrentar as necessidades suprimindo os desejos equivale a cortar os pés para não precisar de sapatos."

Jonathan Swift - Escritor e Poeta Irlandês- (1667/1745)
'Pensamentos sobre Diversos Aspectos Morais'

   É muito sábio o Sr. Swift, escritor que nada mais fez na vida além de filosofar e dar nó na cabeça dos outros. 
   Ousadia e acerto mostra ao discursar sobre desejo e tentação. 
Santidade todos querem, porém cortar pés está fora de questão, e com eles,  ninguém pode passar uma vida descalço. 
    Isso é coisa antiga que vem lá dos tempos primeiros, onde Deus se enganou ao confiar em quem não devia. Acreditou Ele que era forte o homem e fraco o querer proibido. Porém maçã é fruta doce e cheirosa, mais ainda nas mãos de mulher bonita. Pode-se virar o rosto, mas o perfume fica no ar e o apetite na boca espuma.
   Desejo é bicho forte que homem não doma. Até tenta, e com vontade verdadeira ronda a fera, procurando inútil escape.
    A tentação só foi cobra porque na terra o primeiro casal vivia, à sombra de uma árvore frondosa com muitos galhos onde ela se enroscar. Se tal embate no mar se desse, seria polvo; que com sereia aprendeu a cantar feitiço de amor e tem oito braços. Talvez o castigo fosse maior. Cobra nenhum tem.  Assim mesmo foi fácil abraçar o pobre, que até hoje é acusado de fraqueza e desobediência.
    Há muito perdemos o paraíso, entretanto pouco aprendemos de tal lição. Continuamos por aqui, cada qual tentando escapar do ser maligno que em sussurros nos oferece a fruta.


      Tela de Hans Baldund Grien - (1484/1545)
                Pintor Alemão

              Teresinha Oliveira.
   

4 comentários:

JasonJr. disse...

Garota ixperta!

Ana SS disse...

8 ou 80.

Vanessa Souza Moraes disse...

Desculpe, mas não tenho Adèle H. em DVD...

Andressa disse...

Escritor e Poeta Superior.