quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

CABEÇA VIAJANTE.

Acordar às quatro da madrugada
Sem sono ou precisão
Passeando dentro da própria cabeça
Sem colher fruto
Sem definir palavra
Sem planejar ação
Até o dia clarear inequívoco
É ganhar tempo extra para pensar
No desnecessário pensar
Que nas horas ensolaradas não se pensa. 


Tela de Frederick Childe Hassam -(1859/1935)
Pintor Americano.

Teresinha Oliveira.

Nenhum comentário: