quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

O OVO DOS CÉUS.


A vida era um enigma que
 Perplexo diante de si mesmo
Se ocultava na miríade dos astros.
Por lá perdido, entre gases e pó
Na beleza das manchas do céu
Sentiu-se só e sem razão.
Por tão pouco, talvez muito
Cedeu às lisonjas da carne
 Virou fruto e gotejou 
No corpo de uma mulher.


Tela de Adam Miller - (1979)
Pintor e Grafiteiro Britânico.

Teresinha Oliveira.



4 comentários:

Andradarte disse...

Muito belo e profundo....
Bom Natal
Beijo

Jorge Sader Filho disse...

Depois dizem que grafiteiro não tem talento. Nem todos, nem todos...
Feliz Natal, Teresinha.
Jorge

Astroterapia Junguiana disse...

Oi Leonina Terezinha, espero que tudo esteja bem.
Essa tela é bela, expressiva, cheia de Anima. Bjs Cy.

Cadinho RoCo disse...

Nascer é gotejar.
Cadinho RoCo