quinta-feira, 14 de julho de 2011

CÉU☼ Poeminha para um Jovem Amor que logo Passou...

Me encosto nas estrelas
E sujo meus pés de nuvem
Quando quieta por cá vou ficando
A pensar só em você.

E nesse estranho estado de céu
Viro éter, fico líquida, brilho luz.
Tempestade de orvalho.
Só assim sei amar.

Obra de Elisabeth Davy-Bouttier
Óleo sobre tela ( 20x20 cm.)
Pintora Francesa.

Teresinha Oliveira.

Um comentário:

Andressa disse...

que lindo tudo, a imagem, o texto!

ps. é só ir aqui ó: http://translate.google.com.br/

[quando quiser traduzir o post]

beijos, querida!