segunda-feira, 15 de agosto de 2011

RUBOR E MAÇÃ

Com tua arte e argúcia
Delira comigo
Na transversal do leito.

Mas não desenha em meu corpo
Promessas que não possa cumprir.


Tela de Emilia Castañeda
Pintora Espanhola Contemporânea.

Terê Oliva

Conheça → http://tereoliva.blogspot.com.br

Um comentário:

Andressa C. disse...

quando desenham - e sempre o fazem - deixam cicatrizes, porque é difícil a promessa cumprida; quase nunca a segurei em mãos.