domingo, 7 de agosto de 2011

VIOLETAS


As violetas, da mesma cor da cortina floridas
Permanecem  quietas no vaso de barro rachado
Sem exuberância ou beleza que a sala enfeite.

Fazem parte da música
Que minha alma em melancolia esqueceu
No silêncio que agora a casa cerca.

Tela de Grigory Chainikov - (1960/2008)
Pintor Russo

Terê Oliva
http://tereoliva.blogspot.com.br



Um comentário:

Andressa disse...

violetas...
vi umas hoje ^^